Ensaios

Poesia

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Dizem por ai

Imerso em desconexos ideais 
Fico exposto a anseios fatais 
Tão logo absorto enfim 
Perco a rara sanidade em mim 

Por vãos expostos pelo caminho 
Eis que errantemente prossigo 
Embora nada mais espere 
Apenas que a saudade cesse 

Cravo na alma chagas exposta 
Ao quais princípios se porta 
Numa batalha de tempo incerto 
Sobre amores ternos e eternos 

Dizem por ai que a loucura 
Assolou-me numa hora escura 
Ainda que nisso certa razão tenha 
Sou louco por amar-te apenas

Nenhum comentário:

Postar um comentário