Ensaios

Poesia

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Suplicio

Não bastasse suplicas consideráveis
Embora de fato justificáveis
Evitas encarar face a face
Ocultando-me a verdade

Na indiferença rasteira e muda
Ainda ouço o ressoar de sua voz
Clara como a mais transparente água
Porem ferina como a ponta de uma adaga

Nenhum comentário:

Postar um comentário